PUBLICIDADE
DISTRITO FEDERAL

Incêndio consome apartamento na Asa Norte, em Brasília

Fogo escapou por janelas e gerou coluna de fumaça preta. Não há dados sobre feridos ou extensão do dano.

14/05/2018 14h39 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Incêndio consome apartamento na Asa Norte, em Brasília

Reprodução

Um apartamento de alto padrão da Asa Norte, em Brasília, foi consumido pelas chamas na tarde desta segunda-feira (14). Até as 16h30, ainda não havia informações sobre a causa do fogo ou a existência de feridos.

Vídeos enviados ao G1 e à TV Globo mostram a dimensão das chamas, que escaparam pela janela e geraram uma coluna de fumaça preta.

De acordo com informações preliminares do Corpo de Bombeiros, uma pessoa teria ficado presa no imóvel onde as chamas começaram. Três ambulâncias foram enviadas ao local mas, até as 16h, a existência de pessoas no apartamento não tinha sido confirmada.

O imóvel fica no bloco M da quadra 110 Norte. Em sites de imobiliárias do DF, apartamentos no mesmo bloco são cotados a R$ 1,5 milhão para venda.

Resgate complicado
Por volta das 16h20, equipes dos bombeiros tentavam resgatar, pela lateral do prédio, duas mulheres presas em um apartamento ao lado de onde o fogo começou. Na imagem, é possível notar a quantidade de fumaça no interior da residência.

De acordo com militares em solo, o resgate é complicado porque não há sacada ou beiral para apoiar o "cesto" da escada Magirus. Em uma nova tentativa, minutos depois, a equipe conseguiu entrar em um dos imóveis afetados pela fumaça para retirar moradores.

Com a dificuldade de acesso resolvida, às 16h40, as equipes se dividiram pela cobertura do prédio. Enquanto um grupo resgatava moradores, outro começava a apagar as chamas e rescaldar as estruturas atingidas.

"Estava dormindo em casa quando a empregada me acordou dizendo que estava pegando fogo. Entrei em desespero. Só deu tempo de pegar minha cachorra e descer", diz a moradora Ana Hanna, de 19 anos. Ela estava no mesmo andar do incêndio, no apartamento 609.

O apartamento fica no 6º e último andar do prédio, voltado para o Eixo Rodoviário. Acima dele, há apenas a cobertura do prédio – que também foi atingida, pouco antes das 15h50.

Durante o socorro, o Eixinho W foi fechado na altura da quadra 110/111 Norte, nos dois sentidos. Veículos que seguiam pela via conseguiram desviar pela tesourinha, e um pequeno congestionamento foi formado nos acessos ao Eixão.

.

FONTE: G1

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE