PUBLICIDADE
Violência em SP

Jornalista é morto durante assalto na Zona Oeste de SP

Oswaldo Ribas, de 64 anos, levou um tiro enquanto esperava o ônibus para ir ao trabalho. Ele estava há 20 anos na agência de comunicação CDN.

11/10/2017 14h41 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Jornalista é morto durante assalto na Zona Oeste de SP

Reprodução

O jornalista Oswaldo Ribas, de 64 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (11) após ser baleado durante um assalto na Zona Oeste de São Paulo. O crime ocorreu às 5h30, na Rua Isabel de Castela, altura do número 35, no Alto de Pinheiros.

Ribas trabalhava há 20 anos na agência de comunicação CDN. Atualmente, atuava como gerente de análise de assuntos internacionais.

Em nota, a agência afirma que o jornalista foi assassinado enquanto se deslocava para a empresa.

"Até o momento, o que sabemos é que ele foi assaltado no ponto de ônibus, quanto vinha para a CDN. Recebeu um tiro. Levado ao pronto-socorro do HC [Hospital das Clínicas, na Zona Oeste], já chegou sem vida."

A CND lamenta o falecimento de Ribas e diz prestar apoio aos familiares.

"Todos os que conhecem o Osvaldo sabem que, em 20 anos trabalhando na CDN, ele foi sempre um excelente profissional. Mas, para nós, o que mais fará falta é a pessoa e o colega, dos melhores, sempre. Estamos em contato com a família para todo o apoio necessário."

Ainda não há informações sobre o velório.

FONTE: G1

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE