PUBLICIDADE
SAIBA MAIS

Vigia condenado por morte de Mércia tem pena reduzida

Justiça considerou que mentira em júri não deve ampliar condenação

06/09/2017 14h33 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Vigia condenado por morte de Mércia tem pena reduzida

Reprodução

Condenado a 18 anos e 8 meses por auxiliar ex-policial militar Mizael Bispo dos Santos no assassinato da advogada Mércia Nakashima, o vigia Evandro Bezerra Silva teve a pena reduzida em um ano e dois meses.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (6) pelos desembargadores Marco Antônio Ferreira Lima, Angelica de Almeida Paulo Rossi e Vico Manhães.

Com isso, Evandro terá de cumprir a pena de 17 anos e 6 meses.

Os magistrados entenderam que a juíza Maria Gabriela Riscali Tojeira, responsável pela primeira decisão, proferida em julho de 2013, não poderia ter considerado, na dosimetria da pena, o fato de Evandro ter mentido em juízo.

Diferentemente das testemunhas, réus não são obrigados a falar a verdade.

Mércia foi morta em maio de 2010 em Nazaré Paulista, no interior do Estado. Ex-namorado da advogada, Mizael foi condenado, em março de 2013, a 20 anos de prisão, por matá-la e ocultar o corpo em uma represa da cidade. Evandro teria ajudado o ex-policial a voltar para Guarulhos, onde morava, após o crime.

Em junho deste ano, a Justiça já havia revisto a pena de Mizael. Na ocasião os desembargadores que analisavam recursos do Ministério Público e da defesa, também descartaram o fato de o ex-policial não ter assumido a autoria do crime em júri, mas levaram em contra outros agravantes. Com isso, a pena foi elevada para 22 anos e 8 meses.

FONTE: R7

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE