PUBLICIDADE
FUTEBOL

Jogador é preso com carro de luxo furtado; polícia apura golpe

Segundo a polícia, ele comprou um carro locado no Paraná em abril de 2016 e nunca foi devolvido. O jogador pagou fiança de R$ 5 mil e foi liberado.

14/07/2017 16h42 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Jogador é preso com carro de luxo furtado; polícia apura golpe

Reprodução

O jogador do Luverdense Esporte Clube, Diogo Henrique Sodré, de 26 anos, foi preso em Cuiabá, nessa quinta-feira (13), suspeito de envolvimento em um golpe de R$ 3,5 milhões em uma locadora de carros de luxo do Paraná. Ele dirigia um dos veículos que, segundo a Polícia Civil, foram locados por um homem em abril do ano passado no Paraná e nunca foram devolvidos.

Diego pagou fiança de R$ 5 mil e foi liberado em seguida. O G1 tentou, mas não conseguiu localizar a defesa do jogador até a publicação desta reportagem.

De acordo com a polícia, o carro pilotado por Diego estava incluído em uma lista de 16 automóveis de alto padrão que foram locados em abril do ano passado no Paraná e nunca foram devolvidos.

Em depoimento, ele alegou que comprou o carro em janeiro deste ano e deu uma entrada de R$ 50 mil pelo veículo. O restante seria repassado posteriormente.

Os trâmites para a aquisição do carro foram realizados no Paraná por um homem que se passou por representante do proprietário do veículo, que é apontado, no inquérito policial, como locatário dos 16 veículos. O contrato com a empresa do Paraná está vigente desde abril de 2016.

Segundo a Polícia Civil, para locar os veículos o suspeito alegou ser dono de uma empresa que presta serviços para partidos políticos e que receberia uma comitiva.

A locadora só descobriu que havia caído no golpe quando outra empresa do ramo entrou em contato alegando ter comprado alguns dos carros. O inquérito para apurar a fraude foi instaurado no início deste mês pela polícia do Paraná. Os suspeitos pelo golpe ainda são procurados.

FONTE: G1

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE