PUBLICIDADE

Samba e alegria: a rima perfeita da folia!

Por Valéria del Cueto   A segunda noite de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro é adrenalina pura aberta com a Mocidade Independente. O enredo “Pernambucópolis” de Paulo Meneses, junta a folia de Pernambuco com a estética do irreverente carnavalesco Fernando Pinto, que subiu prematuramente para o andar de cima. A comunidade de Padre Miguel vem embalada por um dos melhores sambas do ano composto pelo cantor Dudu Nobre,  Jefinho Rodrigues,  Marquinho Índio,  Jorginho Medeiros, Gabriel Teixeira e Diego Nicolau.

03/03/2014 11h30 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Não é brinquedo não... reconhece um dos melhores intérpretes da Sapucaí, Ito Melodia, da União da Ilha, no enredo "É brinquedo, é brincadeira; a Ilha vai levantar poeira!" desenvolvido pelo carnavalesco Alex Souza. Carnaval é feito para brincar, ainda mais com um apelo desses.
Campeã de 2013, a Vila Isabel, mostra na avenida “Retratos de um Brasil Plural”. O passeio pelos biomas do país é uma ode a conservação ambiental. Sabrina Sato, rainha de bateria, a porta bandeira Giovanna e o mestre salas Marquinho aliam seus atributos ao trabalho de Cid Carvalho para tentar o bi campeonato.
"Arthur X - O reino do Galinho de Ouro na corte da Imperatriz" traz a história de Zico, o craque flamenguista do futebol na versão da Imperatriz Leopoldinense. Nesse caso, mais um cantor está entre os criadores do samba enredo. É Elymar Santos, parceiro de Guga, Tião Pinheiro, Gil Branco e Me Leva.
Depois de Ramos é a hora e a vez de Osvaldo Cruz e o rio que sempre passa na vida de gente quando a Portela desfila. Vinda de uma reformulação a azul e branco fala da Avenida Rio Branco, artéria vital do centro do Rio, no enredo ''Um Rio de mar a mar: do Valongo à glória de São Sebastião''. Mais uma referência aos 30 anos do sambódromo? Foi na sua inauguração e com a própria Portela que Alexandre Louzada, carnavalesco da agremiação, estreou no Grupo Especial.
Águia da Portela - Foto: Valéria del CuetoFechando os dois dias de desfile do grupo de elite do carnaval carioca, Unidos da Tijuca, escola do Borel, inventiva: "Acelera, Tijuca!". Paulo Barros promete invadir a pista com referências como os participantes da famosa Corrida Maluca, uma boa comparação se pensarmos na loucura que é colocar na avenida um carnaval como os das Escolas do Grupo Especial do Rio de Janeiro.
Quem tem mais chances de vencer a corrida e sagrar-se campeã do carnaval? Só os deuses do samba ousariam fazer uma previsão segura. A apuração das notas dos jurados que definirão o melhor desfile do Grupo Especial será na tarde de quarta-feira. Até lá, sonhar não custa nada...
SEGUNDA
Início 21:00 Mocidade
Entre 22:05 e 22:22 União da Ilha
Entre 23:10 e 23:44 Vila Isabel
Entre 00:15 e 01:06 Imperatriz
Entre 01:20 e 02:28 Portela
Entre 02:25 e 03:50 Unidos da Tijuca
*Valéria del Cueto é jornalista, fotógrafa e gestora de carnaval. Essa crônica faz parte da série “É Carnaval”, do SEM FIM... delcueto.cia@gmail.com





Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE