PUBLICIDADE

Artigos - Página 183

Culturas

Lamentavelmente constatamos prevalecer entre nós a cultura, atualmente muito em moda, “de o nada saber.”

Mulher de César

“À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta.”

O IBAMA CUMPRE SEU PAPEL

Finalmente o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) cumpriu seu papel de gestor e protetor do meio ambiente quando no dia 1 de Fevereiro de 2013 publicou uma instrução normativa que autoriza o controle do javali europeu em todo o território nacional.

É pra dar em doido!

É pra dar em doido!

Texto e foto de Valéria del Cueto   Quero mudar de assunto, mas rodo, rodo e lá está ela, a verde e rosa, malemolente e bela, executando seus passos e volteios no meu campo de visão e incendiando minha imaginação. Se não para louvá-la, como gostaria, para esclarecer alguns pontos que tem causado polêmica em relação a seu desfile.   Quando vejo, por exemplo, as manifestações de moradores de Cuiabá chicoteando o jequitibá, citado na letra do samba de 2013, chego a conclusão que sim, os 3,6 milhões de reais, destinados a Escola de Samba, deveriam ter ido para a... educação em Cuiabá. É incrível a incapacidade vigente de interpretar um texto, coisa que a gente aprende no colégio, ao contrário do samba, como já dizia Noel Rosa em um de seus clássicos, “Feitio de Oração”:  “Batuque é um privilégio / Ninguém aprende samba no colégio / Sambar é chorar de alegria / É sorrir de nostalgia / Dentro da melodia...”.   Ora, vejamos o que diz o segundo refrão da composição de Lequinho, Jr. Fionda, Igor Leal e Paulinho Carvalho que tanta celeuma tem provocado, incluindo aí uma discussão acalorada sobre os locais em que o tal Jequitibá é natural ou está plantado na cidade:   “Mangueira...O trem da emoção /Viaja na imaginação / Meu samba é madeira, é jequitibá / É poesia dedicada a Cuiabá”   Senão, vejamos:   Mangueira – não a árvore, mas a escola de samba Gres. Estação Primeira de Mangueira.   O trem da emoção – observem que não diz que é o trem da razão. A emoção nos permite... imaginar! E o que é a Mangueira? A estação primeira, onde se realiza o embarque rumo a ela.   Viaja na imaginação – até por que assim dá pro trem  chegar, ou melhor chegar mais rápido, o que só pode ser no imaginário, já que a gente sabe que esse trem verdadeiro está “devagar, quase parando”, como a Maria Fumaça, de Kleyton & Kledir.   Meu samba... – o feito pelos compositores da Mangueira, a escola de samba, e escolhido após uma acirrada disputa que dura meses.   é madeira, é jequitibá. – quer dizer que o ritmo, a música da Mangueira é de lei, é nobre, principalmente se for de jequitibá rosa, uma madeira duríssima!   É poesia... – poesia não é reportagem, nem documentário histórico. É imagem, ritmo, sensação e também pode ser idealização.   Dedicada á Cuiabá – dedicar não é descrever. Significa consagrar, tributar, oferecer, destinar. Enfim não há nenhum lugar que diga que o Jequitibá é cuiabano, existe nas terras do Sutil ou algo assim. “Jequitibá” é o samba mangueirense, “madeira de dar em doido”, segundo José Ramos e Marcelino Ramos, na música que todo mangueirense de fé já cantou: Mangueira é uma floresta de sambista / Onde o jequitibá nasceu / Veio fogo, queimou veio vento, tombou /  machado, o jequitibá ficou   Resumindo: precisamos muito do verdadeiro jequitibá pra dar nos doidos que deixaram o povo cuiabano incapaz de interpretar um simples texto!   * Link das músicas citadas: Feitio de oração http://youtu.be/d_-dZqnlABM //Maria Fumaça http://youtu.be/Yd51SuxyA1w //Jequitibá - http://youtu.be/QPRp7di0thQ   *Valéria del Cueto é jornalista, fotógrafa e gestora de carnaval. Essa crônica faz parte da série “Ponta do Leme”,  do SEM FIM... delcueto.cia@gmail.com 

Efeito Renan

Nunca, jamais, em tempo algum, uma eleição para a Presidência do Senado teve tanta repercussão de desesperança no futuro do Brasil como esta.

O que espero

Um jovem jornalista perguntou-me o que espero daqui para frente em relação ao desenvolvimento do nosso país e, em especial, do nosso Mato Grosso.

E deu no que deu!

Leio que a FIFA está preocupada com a falta de leitos hospitalares em Cuiabá. Como piada de verão, nem cócega faz.

Atendimento médico

Diariamente assistimos pela televisão cenas deprimentes com relação ao atendimento médico do SUS.

Contradições

Ah! Como somos ignorantes em relação aos nossos próprios sentimentos!