PUBLICIDADE
EDIR PINA DE BARROS

Folha ao vento

23/05/2022 09h56 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Um passo a cada dia e sigo adiante



Na estrada desta vida transitória,

Refaço à luz dos erros minha história,

Ainda que o devir seja inconstante.



Prossigo, pois eu sou um ser andante

Que sempre oferta as mãos à palmatória,

Ainda que conquiste uma vitória

ou traga algum sorriso no semblante.

Exponho as minhas faces, destemida,

Consciente de que nada sou na vida

Além de simples folha solta ao vento.

A vida é nada mais que uma passagem,

Efêmera, precária, uma miragem,

Um arrebol tão belo e tão sangrento.

Edir Pina de Barros é membro da Academia Brasileira de Sonetistas e da Academia Virtual de Poetas de Língua Portuguesa. Seus poemas estão disponíveis em vários livros, antologias, revistas eletrônicas e nas mídias sociais. É doutora e pós-doutora em Antropologia pela USP, professora aposentada (UFMT). Nasceu no Mato Grosso do Sul e hoje reside em Brasília.



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE