PUBLICIDADE
EDIR PINA DE BARROS

Soneto à criança

21/10/2021 13h02 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Criança, manda a vida que me encante



com teu sorriso, o teu olhar, enfim

porque tu és, no mundo, um querubim,

que traz, em si, candor e paz constante.



És fonte de esperanças, terno infante,

De enlevos, para muitos, para mim,

Por isso assim dizer-te em versos vim:

Prossegue em tua luz... Avante! Avante!

Por certo algum receio tu revelas

Mas tuas mãos são puras, sacrossantas

Que curam dor, feridas e procelas.

Os roseirais do amor semeias, plantas

E neles nascem rosas, as mais belas,

Renascem sonhos, fé, quimeras tantas!

Edir Pina de Barros é membro da Academia Brasileira de Sonetistas e da Academia Virtual de Poetas de Língua Portuguesa. Seus poemas estão disponíveis em vários livros, antologias, revistas eletrônicas e nas mídias sociais. É doutora e pós-doutora em Antropologia pela USP, professora aposentada (UFMT). Nasceu no Mato Grosso do Sul e hoje reside em Brasília.



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE