PUBLICIDADE
WÂNIA MONTEIRO

Fome e saciedade

21/09/2020 12h04 | Atualizada em 28/09/2020 13h32

 Dizer que adora frutas é uma coisa, comê-las é algo prático. As pessoas precisam praticar o comer consciente e saudável.  Muita gente teve a experiência na infância de que só poderia comer a sobremesa se limpasse o prato do almoço. Doces poderiam ser recompensa ou castigo. Durante a vida continuamos a nos castigar, comendo menos quando estamos insatisfeitos com o corpo, comendo coisas menos saudáveis quando somos legais e "merecemos" algo diferente. Nossos pensamentos influenciam nossas reações e nossas escolhas alimentares. Devemos comer quando temos fome e não comer quando estamos saciados. Mas pouca gente come apenas quando tem fome. O alimento muitas vezes entra na nossa vida quando estamos estressados, chateados, entediados, quando queremos conforto, carinho ou amor. Mas quando vivemos no piloto automático, não resolvendo questões internas e substituindo a falta de algo por comida, não só acumulamos gordura, como alteramos a capacidade natural do corpo em perceber as sensações de fome e saciedade. Estas sensações são muito importantes para nossa saúde. Não é que nunca possamos comer algo só por gula ou prazer, mas quando isso passa a ser o comum e não o eventual o corpo sofre. Quando se pratica uma alimentação saudável, os alimentos ultra processados ficam cada vez menos saborosos e sem lugar em nosso dia alimentar. Pratique e nos conte.



 



.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE