PUBLICIDADE
DRA NATASHA SLHESSARENKO

Obrigada, Várzea Grande!

15/05/2019 12h46 | Atualizada em 15/05/2019 13h42

Obrigada, Várzea Grande!

Divulgação

Sou Natasha Slhessarenko, médica pediatra e patologista clínica.

Nasci em Cuiabá, no Hospital Geral, exatamente no ano que a televisão chegou à capital mato-grossense, 1967.

Fiz toda a minha de escola de faculdade em Cuiabá, apesar de ter morado por três anos no Rio de Janeiro, onde fiz parte do Ensino Fundamental.

Me formei pela 10ª turma de Medicina da UFMT no ano de 1990.

Assim que concluí o curso de Medicina, fui para São Paulo fazer minhas duas Residências Médicas na USP. Foram 02 anos de pediatria, 91 e 92, e 03 de patologia clínica, entre 93 e 95, para trabalhar em laboratório clínico.

Em 1996 fui preceptora dos residentes da patologia clínica no Hospital Das Clínicas. Em 1997 eu prestei concurso e passei a ser médica assistente do laboratório de transplante de fígado no mesmo hospital.

Concluídas as duas Residências Médicas, voltei para Cuiabá em dezembro de 1997 após 07 anos em São Paulo. Aí conclui o meu mestrado em junho de 1998 e o doutorado em abril de 2014.

O meu sonho era fazer um laboratório que fosse referência, pois achava inadmissível as pessoas terem que se deslocar até São Paulo para realizarem alguns tipos de exames laboratoriais. E com esse conceito, nasceu o Cedilab.

O Cedilab nasceu no dia 03 de novembro de 2000 e em março de 2003 fomos o primeiro laboratório do Brasil com certificado isso 9000, ISO14000 e o PALC.

Com isto tivemos uma visibilidade muito grande, onde passei a ser convidada a dar palestras em congressos.

No ano de 2005, eu já era líder de mercado e em 2008 fui adquirida pelo Laboratório Dasa, a maior empresa de diagnóstico da América Latina e a quinta maior empresa do mundo, na época. Desde então eu tenho sido a diretora médica da Dasa. Só que eu não quis parar por aí, pois eu sabia que poderia fazer muito mais coisas para o meu estado de mato grosso.

Em 2005, ano que vendi o meu laboratório, coloquei no meu relatório de assuntos estratégicos que a minha ideia era abrir uma unidade em Várzea Grande, pois da mesma forma que eu achava inadmissível o paciente de Cuiabá ir a São Paulo para fazer exames, também não achava certo um morador de várzea grande ter que se deslocar até Cuiabá em busca destes serviços.

Principalmente porque Várzea Grande é a segunda maior cidade do Estado, tem o terceiro maior PIB e por que não fazer algo de alta qualidade para presentear os moradores da cidade.

Com essa ideia, nasceu a Vida Diagnóstico e Saúde!

E hoje eu tenho muito orgulho, porque os várzea-grandenses tem me dado o prazer em recebê-los sempre ali para fazer exames, consultas médicas e isto me deixa extremamente motivada e não apenas os moradores de Várzea Grande, mas de todo o Estado de Mato Grosso, porque a nossa localização é próxima da rodoviária da cidade e do Aeroporto Internacional Marechal Rondonde.

Isto demonstra que quando a gente faz algo pensando em melhorar a qualidade de vida, em melhorar a saúde daquela população, em oferecer um serviço de ponta, serviço de qualidade, não tem como dar errado. E o maior ingrediente de tudo isso, sem sombra de dúvidas, é o amor com que a gente se dedica a cada manhã estar ali para fazer tudo aquilo funcionar.

Eu não tenho como agradecer a cada parceiro da Vida, cada um dos colaboradores e a cada um que acreditou no meu sonho, de ter um negócio em Várzea Grande!

Isto tudo me enche de orgulho!

Muito obrigada Várzea Grande por receber a Clinica Vida Diagnóstico e Saúde tão bem! Que a cidade continue cada vez mais humana e desenvolvida.

Parabéns Várzea Grande pelo seu aniversário!

.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE