PUBLICIDADE
Edmilson Eid

Vivendo de artes

09/08/2018 09h08 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Com esta crise de empregos que o Brasil enfrenta, com muitas dificuldades e limitações, os artistas nas várias áreas de atividade de trabalho lutam para a sua sobrevivência e a permanência de sua profissão nos âmbitos da sociedade.

A presença do trabalho de artes nos ambientes tanto interno quanto externo garante a sobriedade e o respeito à valorização da obra de arte.

No Brasil, por mais que estejam crescendo e surgindo novas políticas de apoio à arte, o mercado artístico passa por muitas variações de insegurança e desmotivação ao profissional.

Aos escritores, autores, atores, músicos, artesãos, escultores, artistas plásticos enfim, todos os mestres das criações têm que ter outra atividade paralela para manter seu sustento diário.

Por esses motivos, muitas vezes, pessoas que gostariam de trabalhar dentro da área artística acabam não investindo suas carreiras nisso, pois o próprio mercado de trabalho cria grande insegurança para esse ramo. Algumas pessoas, por exemplo, gostam de artes plásticas, mas se formam em outras áreas em que terão um retorno garantido.

Refletindo ao escrever este artigo, nós todos brasileiros somos grandes artistas da vida. Temos que ser criativos diariamente para termos uma vida com poucas dificuldades, enfrentando o mercado tão competitivo dos dias atuais.

Vivemos num estado onde a quantidade e a qualidade dos artistas nos orgulham em todos os segmentos artísticos. São eles que manifestam a cultura e as expressões da história de um povo.

Por manifestações de investimentos a este setor de talentos, que os governos façam uma pequena parte necessária para potencializar, através de intercâmbios e articulações para estimular esta nobre classe de profissionais.

Artistas da vida, que nos embelezam com seu trabalho, continuem o caminho árduo e repleto de limitações, é o que acontece com as diversidades do mundo globalizado.

A arte de permanecer, lutar pelo respeito e admiração aos artistas seja digna e atuante nos meios da sociedade em decadência cultural.

Viver é melhor que sonhar, não deixando a arte ser supérflua na vida.

*Edmilson Eid é arquiteto.

www.facebook.com/arqedmilsoneid

.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE