PUBLICIDADE
Carlinhos Alves Corrêa

Carnaval dos clubes

08/02/2018 07h05 | Atualizada em 07/02/2018 19h26


Na batucada da vida, os foliões da Grande Cuiabá tinham opções para celebrar os festejos de Momo com a maior alegria, sem violência, tudo reinava na paz. Dos lembrados clubes espalhados em diversos cantos da capital, vejamos: Clube Feminino, Grande Hotel, Clube Dom Bosco, Centro Operário, Mixto, Grêmio Antônio João, Náutico, Sayonara, Balneário Santa Rosa e o Cuiabá Tênis Clube. Havia o tradicional “Baile da Cidade”, que era promovido pela prefeitura como abertura do carnaval cuiabano com direito a premiação dos foliões. O “Baile da Cidade” acontecia no Cuiabá Tênis Clube, era uma noite black-tie ou a fantasia, que reunia diversos segmentos da sociedade. Para quem viveu esses momentos bons dos carnavais dos clubes de Cuiabá, com certeza isso jamais saiu das nossas memórias. Antigamente as moças e rapazes primavam em fantasias, cada uma mais linda do que a outra. Lembramos, a propósito, as famosas costureiras e costureiros: Erci Addor, Zezita Réche, Maria Vieira, Lucy Spinelli, Zé de Paula, Nego, Pepito, João Cabral, Nafia e Maci, em sua criatividade para brilhar nos salões da elite cuiabana nos festejos de Momo.

Folia de rua

Eta Cuiabá!, que já viveu momentos inesquecíveis dos carnavais de rua, antigamente como um “aquece” da folia de Momo tinham as batalhas de confete e a multidão participava dessa alegria momesca. Dos lembrados carnavais da Avenida Getúlio Vargas, Isaac Póvoas, Avenida Mato Grosso, Avenida Tenente-coronel Duarte, que reuniam muita gente para espiar os desfiles dos blocos, escolas de samba, mascarados e os carros com as rainhas dos clubes faziam as aparições públicas. O Bar Internacional, no alto da Avenida Getúlio Vargas, lá eram os verdadeiros encontros dos caixa-alta, boêmios, foliões, mascarados, até mulheres de vida fácil, o importante era o espírito momesco, sempre presente nos carnavais cuiabanos. Presença obrigatória dos blocos: Pega no Meu Coração, Estrela Dalva, Estrela D’Oriente, Marinhos do Samba, Sempre Vivinha, Deixa Cair, Acadêmicos do Pedroca, Unidos Coxipó, Mocidade Independente, entre os blocos que animavam o carnaval de rua de Cuiabá, Tereza carnavalesca, que montou e organizou a sua festa de carnaval, levando sua alegria e distribuindo sorrisos para os que como ela foram e se alegraram nas avenidas da vida.

Carnafolia

Assim aconteceu, em pleno vapor de sábado dia 3 de fevereiro, o carnafolia pilotado pelos promoters Valdete Taques e Sidney Alencar, o Armazém do Mamur sob a direção dos empresários Rodolfo e Maria Alice Borges de Albuquerque, foi um verdadeiro palco das celebridades cuiabanas. Um lugar aconchegante com um design moderno cercado de verde, a decoração do ambiente, toda em tom carnavalesco, assinada pelo conceituado Jorge Catumba, que deu um toque de requinte e sofisticação. Uma mesa farta de gastronomia regional, acompanhada de saladas e aperitivos, na qual muitos se deliciaram. Toda a animação ficou por conta do DJ Fabinho, num “aquece” total do samba pela Confraria do Bode e pela Banda Conversa de Botequim, que fez os vips viverem os melhores momentos da vida. Aplausos e mais aplausos!

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE