PUBLICIDADE
THERESA PIRAJA

Ter ou não ter razão

14/09/2017 06h02 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00


Às vezes nos parece confuso o que nos serve, qual seu propósito e o que não serve mais. Assim como descartamos objetos e coisas que não servem mais, seria interessante também fazer com os nossos objetivos e pensamentos: descartar o que incomoda. Criem um momento ideal, retirem tudo que não serve mais das gavetas, dos armários, das prateleiras etc., e ao retirar o façam em silêncio se conectando com seus pensamentos e sentimentos.

Aqueles que estão confusos, limpe-os cortando os cordões que unem estas energias, podem ser pessoas ou coisas menos elevadas. A parte mais importante da nossa jornada é encontrar o equilíbrio, a paz e a felicidade. Tem um ditado assim: “Entre ser feliz e ter razão é melhor ser feliz”. É bem verdade, não acham? Discussão, desarmonia e todas as discórdias são por ter ou não ter razão. Se tudo a nossa volta parecer obsoleto, não importa, é o universo mostrando que é o momento para encontrar o seu centro e criar uma estrutura com seu ambiente (fazer uma ligação, você com sua casa, ou seu trabalho).

Várias vezes já escrevi o quanto é de importância a conclusão de negócios inacabados, de um ponto final, para que o novo entre. Usem de vez em quando o tempo para curtir e organizar a casa e os seus pensamentos e emoções. Assim fazendo, a próxima fase será de atividades muito bem-vindas. Ao revisar seus planos com mais firmeza, o foco será com mais clareza. As oportunidades estão ao nosso redor, não percam nenhuma delas com preocupações desnecessárias, ou se lamentando à toa por coisas ou situações passadas. Podem crer e tenham Fé!

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE