PUBLICIDADE
CARLINHOS ALVES CORRÊA

Abram as portas da catedral

06/09/2017 08h21 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00


Abram as portas da Catedral Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, para dar início às festividades que começam neste domingo, dia 10 de setembro, às 19h, para a Santa Missa, como também a abertura da festa do Padroeiro de Cuiabá. As portas da Catedral continuam sempre recebendo as visitações públicas, onde o olhar do Senhor Bom Jesus de Cuiabá fala de uma canção de amor, de bênçãos, para cada pessoa que por lá circula.  Nesta abertura da festa do Padroeiro de Cuiabá, a presença do prefeito da capital é de suma importância para receber o Manto do Senhor Bom Jesus de Cuiabá. Antigamente os governadores, políticos, magistrados e a sociedade em geral participavam desta solenidade.  Os festeiros deste ano: Rei Luiz Carlos Ticianel, Rainha: Luzia Guimarães, Festeiro de Honra Edleuza Zorguetti Monteiro da Silva, o trio realmente com as bênçãos do Padroeiro prometem fazer uma bela festa. Nesta festividade também a Catedral presta uma homenagem póstuma à senhora Lourice Bumlai Auyob, pelo seu tamanho de fé no Senhor Bom Jesus. Cuiabá, berço da fé. 


PALAVRAS DAS REZADEIRAS


Em uma roda de rezadeiras as ouvi falarem sobre os milagres que o Senhor Bom Jesus de Cuiabá faz e continua fazendo a todos que recorrem a ele. Elas comentaram em bom tom que esses políticos que estão sendo noticiados deveriam ir até a Catedral se ajoelhar com humildade, rezar, pedir perdão ao Senhor Bom Jesus pelos tamanhos escândalos que assolam o solo cuiabano e repercutem em nível nacional. Palavras de Anísia: “Se Emanuel Pinheiro quiser ser prefeito de Cuiabá, ele tem que colocar os pés na procissão do Senhor Bom Jesus, carregar o andor com um terço em suas mãos pedindo perdão pelos fatos ocorridos, que só Jesus responderá”. Justiça seja feita: durante os quatro anos do ex-prefeito Mauro Mendes, todos os anos ele carregava o andor do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, isso fez com que ele só ganhasse em grandeza de alma.


CASA JOÃO CABRAL


Na Cuiabá festeira, cheia de cantos, fatos, histórias, relatos, enfim, é um infinito de lembranças de uma cidade em que o seu povo era mais feliz e hospitaleiro. Exemplo de alegria era a Casa João Cabral, instalada ali na Rua Ricardo Franco, antiga Rua de Baixo, a sua especialidade era focada em artigos para carnaval, mas vendia de tudo, até presentes para qualquer celebração. Ela foi fundada pelo Sr. João Cabral Bueno, com mais de 100 anos abastecia o comércio cuiabano, acompanhando o desenvolvimento da cidade e gerando renda para a população. Com o passar do tempo, assumiram a frente as filhas: Orcy, Waldomira, Daida, Irene, Dirce, com todo apoio do filho Benedito Cabral Bueno, que era um super analista da moda sempre antenado, nos grandes centros da moda. Só sei dizer que a Casa João Cabral foi referência dos carnavais cuiabanos por vários séculos. Cuiabá, cidade de um passado de glória. 
 

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE