PUBLICIDADE
CARLINHOS CORREA

CUIABÁ EM FESTA!

Que venham as celebrações seculares tais como Senhor Divino e São Benedito, ambas quase chegando aos 300 anos de muita fé

Carlinhos Alves Corrêa

Colunista

14/06/2017 09h32 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00


Cuiabá é uma festa!

Que venham as celebrações seculares tais como Senhor Divino e São Benedito, ambas quase chegando aos 300 anos de muita fé, amor, dedicação, valores que vêm passando de geração em geração e mantêm vivas as nossas tradições. Nas celebrações respira-se uma atmosfera de luz nos corações cuiabanos, e não importa o mês, elas são o ponto alto nos bairros, residências, igrejas e nos quatros cantos da cidade. Em trio, as celebrações de maio: Senhor Divino, Nossa Senhora Auxiliadora e Santa Rita. Já em junho: São João, Santo Antônio, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e São Pedro; em julho: São Benedito; em setembro: do Padroeiro de Cuiabá Senhor Bom Jesus; em outubro: Santa Edwiges e Santa Terezinha. E assim a fé comove o povo transformando Cuiabá na Capital da Religiosidade. Com tantos templos religiosos que há na capital, com registro de fatos históricos, nossos governantes ainda não foram despertados para investir no turismo religioso. Cuiabá quase chegando aos seus 300 anos, considerada por muitos cuiabanos de coração como a terra-mãe, gente que adotou esta cidade com muito amor e carinho.

Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo

Antigamente, a procissão do Corpus Christi acontecia na antiga Matriz, hoje Catedral Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá. Reunia-se a multidão em frente à Matriz, com diversos segmentos das outras igrejas. Naquela época havia os alunos do colégio dos padres com seus uniformes de gala que abrilhantavam a cerimônia religiosa. As sempre lembradas bandas da polícia, Exército, dos mestres Inácio e Albertino, tudo obedecia às ordens do roteiro religioso em torno da celebração de Corpus Christi. Muitas irmandades se faziam presentes nessa caminhada cristã, entre elas: Senhor Bom Jesus de Cuiabá, São Miguel das Almas, Imaculada Conceição, Filhas de Maria, Beneditinas, Nossa Senhora do Rosário, Salesiano São Gonçalo e Ordem de São Francisco, louvando e venerando aquele momento de amor ao querido Jesus Cristo. Hoje, acabou tudo, até as bandas não se fazem presentes, governador, prefeito, magistrados, deputados, vereadores, empresários e a sociedade em geral. Nesse trajeto, a banda do mestre Inácio repicava o “Sanctus, Sanctus, Sanctus” (Coração Santo), “Queremos Deus”, “Hino do Senhor Bom Jesus”, “Hino do Divino e São Benedito”.  Os sinos badalavam na Igreja Matriz que se despedia da procissão até ouvir o soar dos dois mais potentes sinos. Lá, sempre foi a morada do milagroso Senhor Bom Jesus de Cuiabá!

Peixada Saborosa

Em pleno vapor de sábado, no passar do dia 10 de junho, com aquele clima abençoado, o casal exemplar Mariselma e o empresário Luiz Carlos Ticianel recebeu na sua fantástica estância Dedelândia, no Sucuri, seletos convidados vips para uma suculenta peixada regada a muito vinho e frisante. Um lugar onde a mãe natureza foi generosa, plena de paz, ali passa o rio Cuiabá com suas águas limpas (o que é um milagre), com tanta beleza que me deu vontade de cair naquela água para lavar a alma. As delícias oferecidas incluíram pacu recheado, e o grande destaque foi a matrinchã seca com arroz que agradou a todos os presentes com muito sabor de encher os olhos da gula. Quando o colunista se refere à arte maneira de receber, sabe que isso é para poucos, mas, no quesito boa formação familiar, o casal Mariselma e Luiz Carlos Ticianel é um verdadeiro exemplo. Aplausos mil!

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE