Segunda-Feira, 29 de Maio de 2017
ROSEMAR COENGA

CENAS BRASILEIRAS - RACHEL DE QUEIROZ

A coleção "Para Gostar de Ler" foi uma das mais bem-sucedidas estratégias editoriais no país

 

A coleção Para Gostar de Ler foi uma das mais bem-sucedidas estratégias editoriais no país. Destinados a estudantes do Ensino Fundamental e Médio, os pequenos livros de poesias, crônicas e contos marcaram uma geração e até hoje conquistam inúmeros leitores. A Editora Ática foi pioneira em selecionar textos de qualidade para atender à demanda escolar. Compõe-se de 45 volumes com diferentes gêneros e autores.

Rachel de Queiroz, dona de uma vasta obra, escreveu romances, contos e crônicas, com destaque para ficção social nordestina. Dedicou especial atenção em sua trajetória à escrita de obras destinadas ao público infantil e juvenil: O menino mágico (1969); Cafute & Pena-de-Prata (1986); Andira (1992) e Cenas brasileiras: Para Gostar Ler 17 (2017).

No prefácio da obra, intitulado As crônicas revelam minha biografia, Rachel de Queiroz diz que a crônica: “é o gênero literário mais confessional do mundo. Pois o cronista, quase invariavelmente, tira o tema dos comentários que faz do seu próprio cotidiano, ou do assunto do dia no país, na cidade, no seu bairro”. Diz ainda que “os sentimentos, angústias, esperanças, alvoroços de coração, saudades, perdas, promessas, e alegrias, tudo isso aparece na crônica, aberta ou disfarçadamente – compete ao leitor inteligente desvendar nas entrelinhas”.

O volume 17 da Coleção Para Gostar de Ler traz 25 crônicas da autora. As crônicas são ótimas e engraçadas, são pequenos textos relatando as simples coisas e histórias da vida. São crônicas que tratam do amor, da seca, da fome, de crianças que descobrem o mundo adulto, da sorte, da dificuldade da vida e outros casos curiosos. Em conhecendo a autora, capítulo presente no final da obra, diz que: “o mundo é difícil, complicado, perigoso”. Mas, apesar disso, ela confessa: “Acredito principalmente no gênero humano”.  A autora faleceu em 2003. Que esta obra nos humanize.

Boa leitura. 

Rosemar

Rosemar Coenga

Rosemar Coenga é doutor em Teoria da Literatura, apaixonado pela literatura de Monteiro Lobato e semanalmente escreve a coluna Ala Jovem no Circuito Mato Grosso.

COMENTAR