PUBLICIDADE
ETANOL

Usinas de etanol de milho são viáveis em MT, aponta estudo

A instalação de usinas para a produção de etanol proveniente de milho é viável em Mato Grosso

13/09/2017 12h04 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00 2 comentarios

Após 18 meses avaliando o retorno econômica da instalação de agroindústrias voltadas para esse setor, o Imea (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária) constatou que, além da viabilidade econômica, as usinas trazem benefícios sociais e ambientais.

"Há boa motivação para a produção de etanol de milho em Mato Grosso. O Estado é o principal produtor do cereal no país, e apenas 15% da produção é utilizada internamente", diz Paulo Ozaki.

O estudo do Imea avalia a possibilidade de negócios em todos os tipos de usina: "flex´´, "full" e miniusinas.

A usina "flex" é a que, em parte do ano, se utiliza da cana-de-açúcar e, na entressafra da cana, passa a usar o milho. A "full" emprega apenas milho na produção do etanol. A produção de etanol elevaria o valor agregado do cereal.

Para que as usinas tenham viabilidade econômica, o ponto de equilíbrio do preço do milho deverá ser de R$ 26 a R$ 36 por saca. Neste momento, quando o cereal é negociado a R$ 12 por saca, seu preço está bastante atrativo.

Já o ponto de equilíbrio do preço do etanol pago à usina deve estar entre R$ 1,30 e R$ 1,77 por litro.

O investidor em um projeto de usina de etanol de milho deverá levar em consideração as características da região.

A oferta de milho e a proximidade da pecuária, que se utiliza do DDG (resíduo de sobra após a retirada do etanol do milho, aproveitável pelo gado), são fatores decisivos para a escolha do negócio.

Além disso, os preços do etanol e do petróleo também influenciam na rentabilidade.

Do ponto de vista social, a instalação de uma usina "full" tem grande impacto na região. Cada uma delas gera, em média, 87 empregos diretos. E cada um desses, outros 24 entre indiretos e induzidos.

FONTE: FOLHA DE SÃO PAULO

2 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Prezados, bom dia! Meu nome é Marcos. Sou da empresa DUO. Com 26 anos de experiência em Robótica apresentamos uma nova tecnologia de Robô de CHAPISCO com eletrodos para usinas. Nosso Robô já rodou com sucesso nesta safra de 2017 em dois grupos e agora queremos expandir os testes para outros. Por gentileza encaminhar esse email para a pessoa responsável. Caso seja do interesse fazer uma apresentação e proposta para 2018 me avise. Em nosso site há varios vídeos www.duo.com.br Atenciosamente Marcos Calebe (19) 98182-9096

  2. Prezados, bom dia! Meu nome é Marcos. Sou da empresa DUO. Com 26 anos de experiência em Robótica apresentamos uma nova tecnologia de Robô de CHAPISCO com eletrodos para usinas. Nosso Robô já rodou com sucesso nesta safra de 2017 em dois grupos e agora queremos expandir os testes para outros. Por gentileza encaminhar esse email para a pessoa responsável. Caso seja do interesse fazer uma apresentação e proposta para 2018 me avise. Em nosso site há varios vídeos www.duo.com.br Atenciosamente Marcos Calebe (19) 98182-9096

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE