PUBLICIDADE

Plantão - Página 8455

PM preso por promover

PM preso por promover "arrastão" nos comércios no centro de VG

Um soldado da Polícia Militar de Mato Grosso foi preso na tarde deste domingo (27) em Várzea Grande, na Baixada Cuiabana, por chefiar uma quadrilha de assaltantes na região central da cidade. Além dele, outros quatro bandidos foram detidos num clube na região do Engordador, onde dividiam dinheiro e produtos dos assaltos.

PRF apreende 191 quilos de maconha e prende quatro

PRF apreende 191 quilos de maconha e prende quatro

Quatro jovens foram presos pela Polícia Rodoviária Federal após serem flagrados transportando um carregamento com 191 quilos de maconha, na manhã de sábado, na BR-364, em Cuiabá. Os suspeitos estava, em dois carros com placas de Mato Grosso do Sul, o que indica que a droga foi adquirida no Paraguai.

Várzea Grande registra 16 assassinatos só no mês de maio

Várzea Grande registra 16 assassinatos só no mês de maio

A violência explode em Várzea Grande. Já são 16 execuções este mês, sendo 2 latrocínios (roubo seguido de morte). Um dos mais chocantes foi o assassinato do professor da rede estadual de ensino, Mauro José Marques, 43, morto diante de câmeras de segurança por 2 criminosos na fila do caixa de um mercado, a 100 metros da casa dele, no bairro Jardim dos Estados. A própria Polícia prevê que o mês supere a marca de 19 execuções, registrada em setembro de 2012.

Homem acusado de abuso sexual contra criança preso em Aripuanã

Homem acusado de abuso sexual contra criança preso em Aripuanã

Após receber denúncia sobre a prática de abuso sexual contra uma menor, investigadores da Polícia Judiciária Civil de Aripuanã (1.014 km a Noroeste de Cuiabá), sob o comando do delegado Albertino Félix de Brito Júnior, prenderam neste final de semana Ailton Martins da Silva, de 40 anos, apontado como autor do crime.

Motoristas e cobradores fazem greve nesta segunda na Grande Cuiabá

Motoristas e cobradores fazem greve nesta segunda na Grande Cuiabá

Usuários do sistema do transporte coletivo em Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana, enfrentam desde a madrugada desta segunda-feira (27) dificuldades para se deslocar por conta da greve deflagrada pelos motoristas e cobradores, nas duas cidades. A paralisação é devido ao impasse na negociação salarial entre a categoria e o Sindicato das Empresas de Transportes Coletivo Urbano, que representa os empresários.

MPE investiga licenciamento para obra de novo shopping
FISCALIZAÇÃO

MPE investiga licenciamento para obra de novo shopping

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou um inquérito civil público para investigar o licenciamento do Cuiabá Plaza Shopping, que será construído em uma área na Avenida Miguel Sutil, próximo ao Círculo Militar, no bairro Jardim Cuiabá. Em portaria baixada no dia 25 de abril, o promotor Carlos Eduardo Silva, da Promotoria de Defesa da Ordem Urbanística, instaurou o inquérito para apurar se a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) fez as exigências de medidas mitigadoras e compensatórias adequadas, visando a diminuir os impactos da implantação do shopping. A investigação foi aberta com base em reclamações de moradores do entorno. Eles levaram ao MPE sua insatisfação com as medidas mitigadoras apresentadas e a preocupação com as mudanças no trânsito da região. Na portaria, o promotor ressaltou que “a região onde será edificado o empreendimento Cuiabá Plaza Shopping apresenta sérios problemas viários e urbanísticos (ausência de drenagem adequada e de esgotamento sanitário, etc.)”. Silva observou que, no licenciamento urbanístico-ambiental (EIV/RIV), a prefeitura acordou com a empresa responsável pelo empreendimento, a BR Malls, que seria doada uma área para a abertura e pavimentação de uma rua e a reforma de uma creche, situada fora da zona de impacto do empreendimento. O promotor diz, no documento, que o baixo nível de exigência “pode configurar omissão no dever de zelar pela ordem urbanística”. Para subsidiar a investigação, o promotor notificou a SMDU para que disponibilize integralmente o processo de licenciamento do Cuiabá Plaza Shopping, inclusive o Estudo e o Relatório e Impacto de Vizinhança (EIV/RIV). Cuiabá Plaza Shopping O grupo BRMalls planeja investir R$ 270 milhões na construção do Cuiabá Plaza Shopping, que será voltado para os públicos A e B, e tem previsão de inauguração em 2015. A construção terá 45 mil metros quadrados de área destinada à instalação de lojas, e terá um total de 250 lojas, sendo dez âncoras, 11 megalojas, além de área de lazer, cinema multiplex e 30 pontos na praça de alimentação. A capital mato-grossense já conta com outros três empreendimentos do gênero: Goiabeiras – localizado na mesma região do Plaza –, Três Américas e Pantanal. Outro lado A assessoria de imprensa do grupo BRMalls informou que a empresa não iria comentar o inquérito. Fonte: MidiaNews

Domingo tem Monobloco na edição 2013 do Feijão Carioca, em Cuiabá

Domingo tem Monobloco na edição 2013 do Feijão Carioca, em Cuiabá

O esperado evento Feijão Carioca, mais uma produção de Caique Loureiro que acontece neste domingo (26), em Cuiabá, terá super show da banda Monobloco, consagrada por incorporar diversos ritmos e estilos musicais à batida do samba. Feijão Carioca será realizado no Buffet Leila Malouf e os convites já estão se esgotando.

Irmãzinhas da Imaculada Conceição deixam a administração de hospital regional

Irmãzinhas da Imaculada Conceição deixam a administração de hospital regional

  Frustou a tentativa da secretaria estadual de Saúde em manter a administração do hospital regional São João Batista com a Congregação Irmãzinhas da Imaculada Conceição.A unidade hospital, localizada em Diamantino (a 180 km de Cuiabá), estava sob a responsabilidade da Congregação que conta com CNPJ de filantropia, mas a partir de junho, será gerenciada pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da região. Lá já não estão sendo oferecidas cirurgias eletivas desde abril.    Apesar de assumir a responsabilidade, o Consórcio garante que o Estado tem até dezembro para assumir a administração do local. Atualmente o Governo repassa ao município R$ 368 mil mensais, pois a atual gestão consegue oferecer o serviço mais barato por conta da filantropia. No final de abril deste ano, o secretário estadual de Saúde, Mauri Rodrigues (PP), chegou a garantir que, independente da administração, o hospital não seria fechado.    Entidade filantrópica ameaça deixar administração de hospital    O problema começou por conta dos atrasos dos repasses mensais à unidade. No mesmo mês, as 10 prefeituras ameaçaram fechar às portas pelo fato do Estado não fazer o pagamento de R$ 1,1 milhão referente a três meses de atraso para o hospital São João Batista. Em 2010, o Governo fez a contratualização com a unidade hospitalar em R$ 380 mil por mês. “Este hospital é referência aqui na região, mas o governador Silval Barbosa (PMDB) não tem nos ouvido”, criticou, à época, o prefeito de Diamantino Juviano Lincoln (PSD).   Por falta de repasse do Governo, 10 prefeituras fecharão portas    As 10 cidades que são atendidas pelo São João Batista e compõem o Consórcio, somadas têm 200 mil habitantes. São elas Diamantino, Alto Paraguai, Nortelândia, Arenápolis, Santo Afonso, Nova Marilândia, Rosário Oeste, Nobres, São José do Rio Claro e Nova Maringá.    RDN