Terça-Feira, 17 de Janeiro de 2017
Boca no Trombone - BR 364

BR 364

Viajei à Brasília, para atender algumas “coisitas” pessoais. Na ida fui pela BR 070, a partir de São Vicente. Voltei pela BR 060, de Brasília até Jataí-GO, após pela nobre BR 364. Devo confessar algumas surpresas, a primeira é que no retorno, entre Brasília e Jataí-Go, pista duplicada e bem sinalizada, passei apenas por um pedágio, a segunda, de Rondonópolis à Cuiabá passei por dois pedágios, pista tipo casco de tartaruga salvo os primeiros mais ou menos 15 km a partir de Rondonópolis. Nesses duzentos e seis quilômetros os condutores e veículos sofrerem com a absoluta falta de sinalização horizontal. Não existem os chamados “olhos de gato”, placas indicativas, salvo as de pedágio e de obras. Nesse extenso trecho apenas a Serra de São Vicente, parte duplicada confesso a sinalização é muito boa! No restante é Deus me livre, “Mamãe quero queijo”, para não dizer outra coisa. Do final da duplicação acima mencionada até Cuiabá, a pista exige urgentes reparos e sinalização, não é possível e muito menos crível, que tenha-se que esperar a duplicação, para resolver esses sérios problemas